Pular para o conteúdo principal

Entrevista com Tássio Santos

Por Rodrigo de Azevedo



    Aluno do 7º semestre do curso de jornalismo, Tássio Santos, foi vencedor do V Prêmio Francisco Montezuma na categoria designer gráfico, com o jornal Universo Teen do ano de 2013. Criador do blog Herdeira da Beleza, que surgiu da necessidade de compartilhar dicas de beleza para mulheres negras, o estudante falou da importância do Prêmio na vida acadêmica e de suas experiências na produção jornalística.

1- Para você, qual a importância do Prêmio Montezuma para os estudantes de Comunicação?
 
    Acho que qualquer tipo de reconhecimento é importante para o trabalho do estudante. Mas quando ele vem em forma de prêmio, estimula a segurança naquela área.

2- Que assuntos foram abordados no seu jornal, o Universo Teen?
 
    Nosso jornal tinha como público alvo jovens de Cachoeira, com idade entre 17 e 23 anos, que estavam saindo do colégio e entrando na faculdade. Então procuramos abordar assuntos que envolvessem esse universo, tais como: oportunidade de emprego, moda, gênero...
 
3- Quais as dificuldades encontradas na elaboração do seu jornal?

    Acho que ter uma foto estampada em um jornal nunca é fácil de conseguir, então talvez tenha sido esse trabalho com as fontes que tivemos.
 
4- Depois de ter ganhado o prêmio, o seu trabalho passou a ser mais reconhecido?
 
    Sim! Os colegas sempre me chamavam para ajudar nos trabalhos da área, fui monitor de uma disciplina e continuei exercendo a função no meu trabalho.
 
5- Que mensagem você pode deixar para os discentes de comunicação que estão tendo a primeira experiência com o evento esse ano?

    Tentem! Quando eu comecei a praticar o jornalismo, eu escrevia muita coisa para experimentar. E foi a melhor coisa que eu fiz, porque fui aprendendo com meus erros. Para o Montezuma foi a mesma coisa, eu fui tentando até chegar em um resultado que agradasse o grupo. 

Postagens mais visitadas deste blog

Moda ou antimoda? 50 anos da Tropicália

Por: Gabriella Freitas, Janeise Santos e Bruno Brito A música brasileira pós-Bossa Nova e a “definição musical” no País estavam cada vez mais dominadas pelas posições tradicionais ou nacionalistas de movimentos ligados à esquerda, e no quesito moda, o que estava em vigor na década de 1960, era um vestuário amarrado a formas retilíneas, tons pastéis e uma cartela de cores nem um pouco ousada. Contra essas tendências, um grupo baiano e seus colaboradores procuraram universalizar a linguagem da MPB, incorporando elementos da cultura jovem mundial como o rock, a psicodelia e a guitarra elétrica. Aliado a essa nova experiência musical, os tropicalistas, como passaram a ser chamados, chocavam ao público com suas apresentações de grande apelo visual. É, que, além de transmitir a mensagem por suas letras e melodias irreverentes, os artistas tinham como intenção, desconstruir o conceito estético do belo e adotar a roupa como um prolongamento do corpo, sendo esse, um dos principais elementos d…

Indicados em Matéria Jornalística

Saem os primeiros finalistas para o Prêmio Montezuma: por indicação do professor Carlos Ribeiro, estão concorrendo na categoria Matéria Jornalística: Catharina Arouca e Kaio Pereira - O ensino superior e as consequências para a saúde mental dos jovens. CONFIRA A MATÉRIA DE CATHARINA E KAIO.

Catharina Arouca - Expressão: liberdade ou prisão? CONFIRA AQUI A MATÉRIA DE CATHARINA.

Jamile da Silva e Jaqueline Ferreira - Genocídio da população negra e periférica. CONFIRA A MATÉRIA DE JAMILE E JAQUELINE.

Lucas Mascarenhas - Projetos sociais incentivam jovens de Cachoeira a se aproximarem da dança. CONFIRA A MATÉRIA DE LUCAS.

Magno do Rosário - Paredes pintadas do CAHL dividem opiniões.CONFIRA A MATÉRIA DE MAGNO. A VII edição do Prêmio Francisco Montezuma está marcado para o dia 1° de março de 2018, este ano o prêmio será com o tema Tropicália e será a primeira edição em que será entregue o troféu Rachel Neuberger.

Inscrições seguem abertas

A professora Talyta Singer enviou uma lista com os 10 melhores trabalhos em Webjornalismo nos anos de 2016 e 2017, mas como esta edição premiará todo o período de maneira unificada, estamos trabalhando para publicar, em breve, a relação definitiva dos cinco indicados na categoria.

Como os concorrentes em Matéria Jornalística já estão definidos (confira na postagem anterior) e até o momento os professores não apresentaram suas indicações, seguem abertas as inscrições, que devem ser feitas pelos próprios estudantes, autores dos trabalhos, nas seguintes categorias:

Campanha Publicitária
Jingle Publicitário               Criação em Rádio e TV        Outdoor                                                       Anúncio Impresso                Fotografia Publicitária                    Fotojornalismo                     Radiojornalismo                         Telejornalismo                                          Design Gráfico